Como ser um profissional criativo e ético



As empresas e líderes dão muito valor aos colaboradores criativos, já que novas ideias e inovações são sempre bem vindas no mundo corporativo. Porém, para conseguir ser um destaque positivo, esta criatividade deve vir junto à ética, sem mentiras e seguindo as regras da empresa.


Muitos profissionais criativos tem ideias que saem dos padrões, mas, para conseguir sucesso na carreira, estes trabalhadores devem buscar as inovações em suas tarefas de forma que não afete as estruturas da empresa, além das regras e códigos de ética da mesma. Pois, caso alguém dê início à uma ideia criativa sem ética, a empresa em que trabalha pode sofrer as consequências dos atos. Por isso, todos os profissionais criativos devem ser acompanhados por seus líderes, para garantir o respeito às leis e regras éticas.

Quando uma empresa está formando suas equipes, ela deve dar preferência a diversificar os perfis de cada grupo, para que as qualidades de cada um sejam somadas e trabalhem para o melhor da companhia. Além das equipes formadas somente por um tipo de perfil poder gerar problemas, como, por exemplo, as equipes que possuem somente pessoas criativas, que terão muitos projetos, porém, podendo sair da ética da empresa e trazer consequências negativas. Assim como as equipes formadas apenas por pessoas conservadoras, as quais mostrarão foco e muita ética, mas pouca ação e com excesso de controle nas atividades.


COMPARTILHAR