Por que as pessoas erram ao escolher sua profissão?



Desde pequenas as crianças dizem que quando crescer querem seguir determinada profissão, sem entender muito as funções da mesma. Muitas crianças vão crescendo e procuram conhecer melhor a profissão de “seus sonhos”, optando por insistir na mesma ou, apenas, mudar de ideia.


Mas, mesmo as pessoas que desejam seguir uma profissão desde pouca idade e, realmente, conseguem se formar na área desejada, às vezes ficam insatisfeitas com suas áreas de trabalho, dizendo que escolheram errado. Isso acontece porque, antigamente, o trabalho servia para ganhar dinheiro para sobreviver e realizar os objetivos e sonhos desejados. Mas, hoje, o emprego não significa só isso, os profissionais atuais desejam sucesso em suas carreiras, ou seja, ser realizado profissionalmente, fazendo o que gostam e por prazer, não só pelo dinheiro que receberão.

Os fatores que mudaram este comportamento e pensamento humano foram as evoluções tecnológicas e sociais, que fazem com que as pessoas queiram se sentir úteis, conhecer e conviver com outras pessoas, se desenvolver cada vez mais intelectualmente e ajudar em algum propósito maior. Já se o profissional se sente desmotivado, desvalorizado e improdutivo, este terá certeza que escolheu a profissão errada para seguir, devendo procurar uma alternativa que lhe satisfaça por completo.

Alguns outros motivos pela escolha da profissão errada é definir uma área de atuação muito cedo, quando o jovem ainda não tem conhecimentos suficientes sobre a profissão que deseja, escolhendo o emprego de acordo com suas preferências na escola ou pela influência de outras pessoas. Por isso, o jovem precisa de tempo para escolher a carreira que, realmente, deseja seguir, refletindo, pesquisando sobre o mercado de trabalho e eliminando as opções que não lhe despertam interesse.


COMPARTILHAR